Júri

Daniel Bessa

Licenciado em Economia (Universidade do Porto, 1970) e doutorado em Economia (Universidade Técnica de Lisboa, 1986).
É Presidente dos Conselhos Fiscais da Galp Energia. da Sonae, SGPS e de Bial - Portela e Companhia. É Membro do Comité de Investimentos de PVCI - Portuguese Venture Capital Initiative, entidade criada no âmbito do “Grupo Banco Europeu de Investimento”; Presidente do Gabinete de Estudos da Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas; Vogal do Conselho de Administração da Fundação Bial. Foi Director-Geral de COTEC Portugal - Associação Empresarial para a Inovação (Junho de 2009 a Fevereiro de 2016). Foi docente da Universidade do Porto (1970-2009); Presidente da Direcção da EGP - Escola de Gestão do Porto e da EGP - University of Porto Business School 2000-2009). Foi Administrador do Finibanco e Administrador não executivo da Efacec, da AICEP, da Celbi e da INPARSA; Vogal do Conselho Geral e de Supervisão do BCP; Presidente do Conselho Fiscal de SPGM - Sociedade de Investimento. Foi Presidente do Conselho Consultivo da ANI – Agência Nacional de Inovação, Presidente do Conselho Consultivo do Instituto de Gestão de Fundos de Capitalização da Segurança Social e vogal do Conselho Consultivo Internacional da FDC - Fundação Dom Cabral. É economista em regime de profissão liberal, desde 1983. Intervenção regular em conferências e seminários, e na comunicação social portuguesa.
Amarílis de Varennes

Professora Catedrática do Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa. Desde de 2014 que é Presidente do Instituto Superior de Agronomia.
Foi Coordenadora do Centro de Estudos de Engenharia Rural (CEER) do Instituto Superior de Agronomia e da Unidade de Investigação de Química Ambiental.
Autora de um livro sobre nutrição de plantas, de capítulos de livros e de mais de 100 artigos publicados em revistas. Doutorada (PhD) em Ciências Biológicas pela Universidade de East Anglia, UK
Carlos Amaral Vieira

Atualmente é Director Geral da CELPA , Associação da Indústria Papeleira, desde 2016. Foi Director Fabril do Complexo Industrial da Figueira da Foz / Grupo Portucel Soporcel e membro da Direcção do RAÍZ – Instituto de Investigação da Floresta e Papel. Ocupou também o cargo de director de produção da Inapa e da Soporcel, SA e de Director do Departamento Electrónica Naval (J.V. Gellweiller – representante Krupp Electronik – RFA). O seu percurso passou também pelo ensino. Foi professor assistente do departamento de Física do Instituto Superior Técnico (IST), professor assistente de Física Geral – Curso de Arquitectura (ESBAL) e Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL). Matemática Aplicada e Electrotecnia.
Carlos de Pascoal Neto

Director Geral do RAIZ – Instituto de Investigação da Floresta e Papel da The Navigator Company (ex Grupo Portucel Soporcel) desde Outubro de 2015. Foi Vice-Reitor da Universidade de Aveiro para a área da Cooperação com a Sociedade, Inovação, Transferência de Tecnologia e Empreendedorismo (2010-2015) e Presidente do Conselho Directivo do DQ-UA (2007-2010). Atualmente é Professor Catedrático no Departamento de Química da Universidade de Aveiro (DQ-UA), departamento onde iniciou a sua carreira académica como Assistente Convidado em 1992. É autor / co-autor de 7 capítulos de livros, mais de 230 artigos científicos em revistas internacionais (ISI h-index 37) com arbitragem científica, 5 patentes e várias centenas comunicações em congressos ou reuniões científicas nacionais e internacionais, incluindo várias comunicações orais convidadas.
Francisco Carvalho Guerra 

1958-1960 “Fellow” em Farmacologia – Washington University, School of Medicine St. Louis, Mo. USA; 1964-1965 Pós-Graduação em “Steroid Training Program of Worcester Foundation for Experimental Biology”, USA. Entre outras funções desempenhou as seguintes: 1965-1975 – Director do Centro de Estudos de Bioquímica do Instituto de Alta Cultura (Universidade do Porto); 1973 – Bastonário da Ordem dos Farmacêuticos; 1975-1995 – Secretário-geral do Centro de Citologia Experimental da Universidade do Porto; 1968-1975 – Delegado Nacional Adjunto para o Comité Científico da NATO; 1970-1975 – Delegado Nacional para o Comité Desafios da Sociedade Moderna, NATO; de 1973 a 1978 – Membro do Painel dos Projectos de Investigação, da NATO e Presidente 1977-1978; desde 1973 – Membro da New York Academy of Sciences; 1976-78; 85-88 e 89-91 – Presidente da Sociedade Portuguesa de Bioquímica; desde 1977 – Membro da Academia de Ciências de Lisboa, em 1978 é nomeado pelo Reitor da Universidade Católica Portuguesa; 1985-1991 – Vice-Reitor da Universidade do Porto. Condecorações recebidas: “Grande Oficial da Ordem de Instrução Pública”; “A Ordem de Palma Académica”, pelo Governo Francês;  Grã Cruz da Ordem Militar de Cristo; Comenda de S. Gregório Magno.  Licenciatura em Química Farmacêutica em 1956 – Universidade do Porto; Doutoramento em Bioquímica 1964 – Universidade do Porto; Professor Agregado em 1970 – Universidade do Porto; Concurso para Professor Catedrático em Bioquímica em 1971 – Universidade do Porto.
Helena Pereira

Professora catedrática do Instituto Superior de Agronomia, da Universidade de Lisboa, onde é presidente do Conselho Científico. É coordenadora do Centro de Estudos Florestais, onde desenvolve a sua investigação principalmente nas áreas científicas dos produtos florestais lenhosos e não lenhosos, da influência das alterações climáticas e da silvicultura com a qualidade da madeira, da utilização integral de recursos, biomassa e biorefinarias. O sobreiro e a cortiça são área específica da sua competência. Possui mais de 300 publicações internacionais, coordenou muitos projectos de investigação internacionais e nacionais, orientou 30 teses de doutoramento. Foi vice-reitora e reitora da Universidade Técnica de Lisboa.

João Branco

Licenciado em Engenharia Florestal, pela UTAD - Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, e é Presidente da Direção Nacional da Quercus - Associação Nacional de Conservação da Natureza, desde 2015.
João Ferreira do Amaral

Professor Catedrático aposentado do ISEG/UL, Presidente da Direcção da Associação para a Competitividade da Indústria da Fileira Florestal. É licenciado, doutorado e agregado em Economia pelo ISEG/UTL.É membro do Conselho Económico e Social. Foi membro do Conselho Superior de Estatística, Director-Geral do Departamento Central de Planeamento, membro do Comité de Política Económica da então CEE e assessor da casa civil do Presidente da República.
José Gaspar

Professor Adjunto do Departamento de Recursos Florestais da Escola Superior Agrária do Politécnico de Coimbra, onde leciona, desde 1990. Entre várias funções, destacam-se o desempenho do cargo de Presidente da Escola Superior Agrária de Coimbra entre 2010 e 2014, no âmbito do Colégio florestal (Regional e Nacional) da Ordem dos Engenheiros, de coordenação de cursos na área florestal, de bacharelato, de mestrado e mais recentemente do CTeSP em Defesa da Floresta. Para além destas funções mantem uma ligação continuada ao movimento associativo através da participação na direção de uma OPF. Formador nas áreas dos Sistemas de Informação Geográfica, da Deteção remota e do Inventário florestal. Consultor em diversos estudos e projetos com uma colaboração frequente com empresas/entidades da área florestal. Licenciado em Engenharia Florestal, pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro em 1990. Mestre em Environmental Remote Sensing pela Universidade de Aberdeen - Escócia, em 1995. Doutorado em Ciências Aplicadas ao Ambiente, pela Universidade de Aveiro, em 2005.
João Rui Gomes Ferreira

Preside a Direcção da APCOR – Associação Portuguesa da Cortiça - desde Março de 2012, tendo já anteriormente feito parte dos seus órgãos sociais, entre 2005 e 2008, enquanto membro da direcção. Neste período acompanhou de perto diferentes campanhas de promoção internacional, que tem tido continuidade na actualidade no sentido de levar a cortiça e os seus produtos a diferentes mercados no mundo. É, desde Janeiro de 2009, Secretário-Geral da CELiège – Confederação Europeia da Cortiça, destacando-se o trabalho desenvolvido junto das instituições Europeias na defesa e promoção do sector da cortiça, bem como a criação e implementação dos níveis Premium e Excellence do SYSTECODE, sistema internacional de acreditação
das empresas do sector. Foi Presidente da Filcork – Associação Interprofissional da Fileira da Cortiça de Janeiro de 2013 a Fevereiro de 2015, primeira interprofissional florestal em Portugal e com o grande desafio de reforçar a informação estatística, a certificação, investigação e desenvolvimento e a promoção externa da fileira da Cortiça.
Actualmente, continua a acompanhar a FILCORK enquanto vogal da Direcção.
João Gonçalves

Desde 2006 é Diretor Florestal da Europa&c onde é responsável pelo abastecimento de madeira à unidade industrial de Viana do Castelo e pela gestão do património florestal do Grupo que é o quarto maior produtor europeu de papel Kraftliner. Com mais de vinte anos de sólida e vasta experiência no setor florestal, o seu percurso profissional inclui a passagem pela Celbi S.A., onde foi Chefe dos Serviços de Projetos de Desenvolvimento e Logística e a função de Diretor Técnico numa empresa de serviços de silvicultura e exploração florestal de 1994 a 1999. Participou em projetos de investigação, tem várias publicações técnicas e científicas em co-autoria e colaborou pontualmente como docente convidado do ensino superior.
É membro do Conselho de Administração da Sociedade Gestora Floresta Atlântica em representação do acionista Europa&c Portugal S.A.
Concilia atualmente várias funções de dirigente associativo como a de Presidente da Direção do Centro PINUS (Organização que representa a Fileira do Pinho em Portugal), membro do Conselho de Administração do CBE (Centro da Biomassa para a Energia) e Diretor da AIFF (Associação para a Competitividade das Indústrias da Fileira Florestal).
João Machado

É, desde 1999, Presidente da Direcção da CAP – Confederação dos Agricultores de Portugal e desde 2003 Presidente do Conselho de Administração do CNEMA - Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas. Membro da Comissão Permanente de Concertação Social do Conselho Económico e Social, desde 1994; Membro do Plenário do Conselho Económico e Social, desde 1994; Membro da Direcção da Delegação Nacional Portuguesa da ICC (International Chamber of Commerce), desde 2009; Membro do COPA – Comité das Organizações Profissionais Agrícolas, desde 1999. Foi Vice-presidente do COPA, de 1999 até 2003; Membro do Conselho de Administração da EFSA - Autoridade Europeia para a Segurança Alimentar, de 2002 até 2008; Presidente da Mesa da Assembleia Geral da Associação dos Viticultores de Alenquer, desde 2001; Presidente da Mesa da Assembleia Geral da FLOREST, desde 2007; Presidente da Mesa da Assembleia-Geral da Univegetal - União Agrícola de Cereais e Hortícolas, desde 2012.
Manuel dos Santos Gomes

Presidente, CONFAGRI – Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas e do Crédito Agrícola de Portugal

Maria do Loreto Monteiro

Licenciada em Engenharia Silvícola pelo Instituto Superior de Agronomia (Universidade Técnica de Lisboa). É consultora florestal desde 2009. Ainda nesse mesmo ano, foi Colaboradora do CIMO do IPB. De 2008 a 2009 era Professora Coordenadora na ESAB/IPB. Entre os anos 2005-2007 foi Subdirectora Geral da Direção Geral dos Recursos Florestais - Ministério da Agricultura – Lisboa. Foi ainda Professora Coordenadora na Escola Superior Agrária (ESAB) / Instituto Politécnico de Bragança (IPB) os anos de 1996 a 2004. Durante o ano de 1990 a 1995 foi Investigadora no INIA (Instituto Nacional de Investigação Agrária) e nesta mesma instituição foi também Especialista de Investigação de 1978 a 1990.m Entre 1974 e 1978 foi chefe da II Brigada de Arborização do Fundo de Fomento Florestal. Colabora com a Academia de Ciências, na organização de um conjunto de conferências, apresentadas no Instituto de Estudos Académicos para Seniores. E fez várias publicações em capítulos de livros; artigos em revistas de circulação internacional com arbitragem científica; artigos em revistas nacionais com arbitragem científica; atas de encontros científicos.

Sofia Santos

Sofia Santos assumiu em janeiro de 2016 o cargo de Secretária Geral do BCSD Portugal. Sofia Santos é licenciada em economia pelo ISEG – Instituto Superior de Economia e Gestão, mestre em economia pela Universidade de Londres e doutorada em gestão, sobre a contribuição da banca para o desenvolvimento sustentável, pela Middlesex University de Londres.
Ao longo da carreira profissional, Sofia passou pela Merrill Lynch,Bloomberg, INE – Instituto Nacional de Estatística, CELPA – Associação da Indústria Papeleira, GCI e INTELI. Em períodos diferentes da carreira criou duas consultoras, a Sustentare e a SystemicSphere. No campo académico, Sofia lecionou a cadeira ética e sustentabilidade corporativa no Master of Science in Business Administration (MScBA) e no Executive MBA no ISCTE /INDEG e foi diretora executiva do Sustainability Knowledge Lab do INDEG – ISCTE Executive Educatio
Tito Rosa

Possui uma vasta experiência profissional. Foi Técnico Superior do Gabinete de Planeamento do Ministério de Agricultura (1979/1988), Chefe de Divisão de Mercados Agrícolas e Agro alimentares (1989/1990), Secretário Geral da Federação das Cooperativas de Produtores de Frutas e Produtos Hortícolas (1990), Sub Diretor Geral do Secretariado Agrícola para as Relações Europeias (1991), Sub Diretor Geral da Direção Geral dos Mercados Agrícolas e Indústrias Agro alimentares (1992/1994), Vogal do Conselho de Administração do Instituto Financeiro para o Desenvolvimento da Agricultura e das Pescas (1997/2000), Gestor do Programa Operacional Agricultura e Desenvolvimento Rural do III Quadro Comunitário de Apoio – Programa AGRO (2000/2010), Presidente do Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade (acumulou 2008-2010 com a Gestão do Programa AGRO) (Abril de 2008/ Fevereiro de 2012). Presidente da Direcção Nacional da Liga para a Protecção da Natureza (desde Abril de 2014). Desempenhou ainda funções governativas, nomeadamente enquanto Adjunto do Secretário de Estado da Alimentação do XII Governo (1994/1995) e Chefe de Gabinete do Secretário de Estado da Produção Agro Alimentar do XII Governo (1995/1997).

Vítor Poças

É presidente da direção da AIMMP, Associação das Indústrias de Madeira e Mobiliário de Portugal desde Julho de 2011. Neste âmbito, é vice-presidente da direcção da CEI-BOIS, Confederação Europeia da Indústria de Madeira, vice-presidente da direcção da EFIC, Confederação Europeia da Indústria de Mobiliário, vogal do conselho de administração do CFPIMM, Centro de Formação Profissional das Indústrias de Madeira e Mobiliário, vice-presidente do conselho geral da CIP, Confederação Empresarial de Portugal, vice-presidente da direção da CPCI, Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário, vice-presidente da direção da EMBAR, Associação Nacional de Recuperação e Reciclagem de Embalagens e Resíduos de Madeira, vogal da direcção da AIFF, Associação para a Competitividade da Indústria da Fileira Florestal e membro do conselho fiscal do CENTRO PINUS, Associação para a Valorização da Floresta de Pinho, entre outras representações institucionais.